Juventude

PASTORAL JUVENIL  2015

1. PLANO DE AÇÃO:

Referência: Pe. Gabriel de Souza- CSJ

Iluminação:

Devemos prestar atenção na ação de Jesus, “o cara é cego, todo mundo sabe, todo mundo estava vendo, mas esse não é o ponto de partida de Jesus. Ele pergunta ao cego o que ele precisa. Devemos pedir a Jesus “eu quero ver”. O nosso interesse está por de trás de nós e nosso interesse deixa de ser o jovem, quando o nosso centro é a instituição/o grupo. Nosso olhar deve ser limpo disso que nos faz olhar nosso interesse.

Quando vamos trabalhar com a juventude não podemos considerar que todos os jovens são iguais. Ser jovem negro não é o mesmo que ser jovem branco. Ser jovem mulher é diferente de ser jovem homem. Morar na periferia ou no centro tem uma grande diferença.

Reduzir a evangelização a aspectos emocionais estamos traindo Jesus, porque a ação de Jesus toca nas estruturas. Constituir grupo hoje numa sociedade do isolamento é andar na contra mão. A prática da comunidade, a vida em grupo é colocar uma cunha na lógica do sistema. Quem segue Jesus acredita no grupo! Devemos ter grupos que contribuam para romper com a lógica de morte.

O santo deve ser o que está por trás de nossas ações. O movimento de Murialdo deve ser para espelhar o modo dele ser com e para a juventude e não sermos propagandista dele. Seu modo de agir deve ser atualizado ao nosso tempo. O que moveu Murialdo em direção aos jovens deve nos mover hoje de forma que nos deixe incomodados. “Se não faço isso estou desrespeitando Murialdo”.

Duas coisas, portanto, devem mover nossas ações:

*A ação de JESUS – que em 3 anos atuou tão profundamente e abalou as estruturas, seguindo Jesus porque acreditamos em seus passos e com ele queremos nos dirigir ao Reino de Deus. O Reino de Deus não é igual ao mundo de corrupção e maldade que vemos. Não somos deste “pedaço do mundo”, mas somos do mundo como um todo.

*Devemos ser parte da ação transformadora deste mundo que somos! Fomos convocados por Jesus para que o Reino de Deus esteja entre nós! E este mundo revele os sinais do Reino!

- OBJETIVO:

Fortalecer a dimensão carismática da centralidade do jovem em nossa vida consagrada e na ação apostólica criando, em todas as obras processos de educação na fé, de encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo, formação integral, inserção na vida de comunidade, favorecendo o protagonismo.

- OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

a) Capacitar confrades e leigos na perspectiva juvenil.

b) Aprofundar e atuar a espiritualidade e carisma de Murialdo nas realidades juvenis.

c) Acompanhar as diversas experiências e realidades juvenis.

- DIRETRIZES:

a) Elaboração de um plano (local) que contemple um processo de formação integral, de espiritualidade e cidadania com os jovens.

b) Atuação em rede e formação de pequenos grupos.

c) Agir motivado pelo carisma (espiritual e apostólico) de Murialdo.

d) Ações comuns entre as diferentes experiências juvenis.

e) Envolvimento dos Leigos Amigos de Murialdo em seus núcleos.

METODOLOGIA:

a) Centralidade do Jovem

b) Capacitação

c) Acompanhamento

d) Inserção

e) Protagonismo

f) Integração com a Família de Murialdo

- METAS:

1- Organizado plano de ação de formação integral, espiritualidade e acompanhamento em todos os grupos de todas as nossas obras. 

2- Temos em nossas obras leigos capacitados acompanhando a juventude.

3- Realizado o segundo seminário da juventude.

4- Tendo nas diversas etapas da formação dos confrades conteúdos ligados a juventude.

5- Confrades capacitados e formados em nível superior no campo da juventude. SETOR 

ÁREA DE DOWNLOADS